Pular para o conteúdo principal

AOVIVO

Rádio Carazinho

Morreu o radialista Castelinho, ex-locutor da Rádio Carazinho

Castelinho fez sucesso nos anos 80 na antiga Rádio Gazeta de Tapera


Morreu na tarde passada (12), às 15h30min, no Hospital de Caridade de Carazinho, vitimado por um câncer diagnosticado em setembro do ano passado, o locutor Castelinho, de 74 anos, um dos maiores comunicadores do interior do Estado.
Castelinho trabalhava nas manhãs da Rádio Gazeta de Carazinho. Ele foi ainda um dos primeiros comunicadores da antiga Rádio Gazeta de Tapera, atual Cultura, onde trabalhou de 1982 a 1987, com programa sertanejo carregado de humor, das 13h às 15h, e que fez muito sucesso em toda a região.
Nilvo Vieira Sarmento, o Castelinho, nasceu em 27 de dezembro de 1944, em Carazinho. Era filho de Belarmina e João Vieira Sarmento e deixa a esposa Lourdes Cabral Sarmento e cinco filhos.
O radialista concluiu o ensino fundamental em Santa Catarina, onde viveu sua infância trabalhando na roça. Exerceu várias atividades ao longo de sua vida, entre elas: desenhista, plantador de café e de algodão, carpinteiro, servente de pedreiro, músico e trabalhou em parque de diversões, teatro e circo.
Em julho de 1981, à convite do então gerente da Rádio Carazinho e ex-prefeito de Carazinho, Aylton de Jesus Magalhães, estreava um programa sertanejo com duração de 25 minutos, chamado Brasil Sertanejo. Em março de 1982, inaugurava o Complexo Gazeta de Rádio, e a convite do gerente Egon Elias Zir e do diretor presidente Iron Louro Baldo Albuquerque, iniciava uma nova trajetória profissional, tendo sido a segunda voz ouvida na Gazeta de Carazinho.
Com o passar dos meses inaugurava a Rádio Gazeta de Tapera e Castelinho passou a acumular funções em duas rádios. De 1983 a 1987, trabalhou também nas rádios Passo Fundo e Blau Nunes, de Santa Bárbara do Sul, sempre ligado a Gazeta de Carazinho.
Em 1986, inaugurava a Rádio Gazeta de Porto Alegre. Castelinho teve que abrir mão da Blau Nunes para se dedicar a Gazeta de Carazinho e Porto Alegre. Constam ainda na sua vida profissional as rádios Erechim, Progresso de Novo Hamburgo e Rádio São Gabriel.
Ao longo de sua carreira profissional Castelinho recebeu mais de 50 prêmios, entre os quais a Comenda O Bombeador do Poder Legislativo de Carazinho e da ARI (Associação Riograndense de Imprensa), entre outras.
O corpo de Castelinho será sepultado hoje à tarde em Carazinho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aqui também tem RED

Britt Nicole na Rádio Carazinho

Starfield na Rádio Carazinho